Se as desculpas são constantes e a humilhação virou amiga do amor, é hora de dizer adeus.

O peso do desinteresse alheio multiplicado por nossas expectativas causam mais ilusões que um show do Houdini. Se as desculpas são constantes e a humilhação virou amiga do amor, é hora de dizer adeus. Pare de empurrar para debaixo do tapete toda essa sujeira que já ofuscou até mesmo os teus sonhos mais brilhantes. Não tente se sabotar dizendo que é só uma fase e … Continuar lendo Se as desculpas são constantes e a humilhação virou amiga do amor, é hora de dizer adeus.

Meu coração não possui GPS

Meu coração não é GPS, ele não calculou toda essa distância antes de decidir amar você. Se fosse simples, eu infringiria todas a regras da matemática e transformaria esses quilômetros em todos os abraços que quero te dar, e faria uma regra de três pra te apresentar os meus três interesses: te fazer feliz, te fazer sorrir e te fazer livre. Antes eu não entendia … Continuar lendo Meu coração não possui GPS

Laura

Laura tem vontade de chorar porque as pessoas dizem palavras más contra ela muito rápido. Laura tem vontade de chorar porque seu coração sangra e as pessoas que deveriam se importar com ela, não se importam. Laura tem vontade de chorar porque não aguenta mais os jogos de sua mente. Laura tem vontade de chorar porque é sempre ela que está a chorar sozinha. Laura … Continuar lendo Laura

Eu não te pertenço, e esse é o teu maior castigo.

Não há necessidade de vingança. Eu não te pertenço, e esse é o teu maior castigo. Não sou de reparar, mas vejo você tropeçando em cada esquina da vida. Quebrando corações e copos durante suas noitadas. E em cada esquina que vira, revira o estômago daqueles que ainda acreditam no amor. Talvez você não estivesse preparado para conhecer alguém como eu e repito: você não … Continuar lendo Eu não te pertenço, e esse é o teu maior castigo.

Se escreva

Cada um de nós existe, isso é fato e palpável. Mas vivemos? Vivemos o suficiente para não apenas existir? Sabe, cada um de nós é um livro, com folhas em branco sendo escritos ao longo dos anos – alguns momentos escritos por Shakespeare, outros por Nicholas Sparks, alguns até por Stephen King, por que não? – mas somos escritos, somos moldados e editados com o … Continuar lendo Se escreva